Viagem ao Litoral - Cambira

18:58 Farnel Gastronomia Paranaense 0 Comments


Cambira é o nome de um cipó, que acabou emprestando seu nome para um prato a base de tainha seca e salgada. É uma receita que tem muita história, desde o tempo em que não existia a refrigeração para a conservação dos alimentos. 
No período da pesca dos cardumes de tainha, o peixe passava por um processo de salgar e secar sobre fogo ou ao sol; elas eram amarradas por um cipó chamado Cambira, que tem uma flor roxa e é muito comum no litoral. Este prato andou meio sumido. 
Nós, do Farnel – gastronomia paranaense, tomamos contato com pescadores que fazem o processo da tainha seca e salgada, por meio do trabalho da pesquisadora Simone Frigo. Então, nossa cozinheira e chef Gloria Vargas que há tempos buscava esse contato, pesquisou ainda mais e fez os testes da receita. E quem provou, aprovou!
“Trabalhar com comida é prazeroso, unir isso à história dos lugares e das pessoas proporciona uma sensação de pertencer, fazer parte”, diz Gloria que, na foto está com o Rafael, o pescador que trabalha com a família e sua comunidade para que essa tradição não desapareça!

0 comentários: